Adam & Kelly Osbourne na Live “Stronger Than You Think” – 27/05 – Parte 2

Conforme postamos aqui anteriormente, foi realizada nos dias 27, 28 e 29 de Maio, a live “Stronger Than You Think” (“Mais Forte do que Você Pensa”), desenvolvida pelos criadores do Teen Choice Awards junto da NAMI (Aliança Nacional de Doenças Mentais), sendo produzida pela organização não-lucrativa One Mind, que realiza pesquisas no campo de saúde mental; e Adam foi uma das celebridades convidadas. Já postamos aqui a primeira parte da participação de Adam, realizada em 27 de Maio com Kelly Osbourne; agora confira a segunda parte:

Adam fala que quando você está lidando com problemas relacionados com a saúde mental como ansiedade, geralmente seu primeiro pensamento é questionar: “O que tem de errado comigo?”, e repensar isso agora com o pensamento que todo mundo passa por isso, que todo mundo tem sua porção de sofrimento. E que faz ele se sentir melhor pensar que ele é assim e passa por isso por ser inteligente. Kelly brinca dizendo que vai começar a falar isso pra ela mesma a partir de agora também. Adam comenta que é bom as pessoas estarem mais abertas sobre isso, principalmente as celebridades, e que é um bom momento para ser aberto e vulnerável.

Kelly fala que reconhecer sua vulnerabilidade é um grande passo na descoberta de quem você é, e que isso foi algo muito importante para ela reconhecer no processo de sobriedade que ela passou. Além disso, ela fala que sempre tendeu a extremos: sempre muito vulnerável ou muito forte e que descobrir o equilíbrio sempre foi uma dificuldade para ela. Adam concorda e diz que eles são parecidos e comenta que é algo que você aprende desde novo, como um mecanismo de defesa. Você se sente com medo, fraco, sensível ou vulnerável e então você cria um mecanismo para lutar contra isso, você cria essa “pessoa” que você pode passar a ser por proteção. E algumas partes disso é saudável, mas rapidamente pode cruzar uma linha e se tornar algo perigoso. Adam conclui que queremos criar um equilíbrio na nossa vida.

Adam diz que no primeiro momento que começamos a lidar com problemas dentro da saúde mental e ansiedade, nos sentimos sozinho nisso. E agora que conhecemos que muitas pessoas estão passando pelos mesmos problemas, é muito importante encontrar pessoas em quem confiamos para não ter que passar por isso sozinho. E é muito mais fácil passar por isso tendo uma pessoa para se abrir e conversar e se essa pessoa realmente for um amigo verdadeiro, vai te entender e te ajudar. Kelly comenta que nesses últimos tempos está ficando ainda mais claro ver quem são suas verdadeiras amizades.

Adam diz que para ele, pessoalmente, ansiedade vem de um lugar de querer agradar as pessoas, o que estão pensando dele, como está a aparência. E são muitas preocupações e daí surge a ansiedade. Adam fala que agora com as redes sociais e o Instagram, em que as pessoas estão cada vez mais expostas, é necessário pensar quais sãos seus limites, o quanto você quer se mostrar nesses lugares e o quão confortável você se sente com isso. E que temos que pensar que ninguém está nos forçando a nos expressar nesses locais de uma forma que não nos faz confortável. E temos a liberdade de escolher o que nos deixa confortável ou não.

Kelly fala que ela sempre foi uma pessoa com dificuldade de dizer não para as pessoas e às vezes se sentia muito mal com alguns “sim” que ela dizia. E que ela entendeu que ter a confiança de dizer “eu não me sinto confortável com isso” não te faz ser chato ou mimado, e sim te faz ser um ser humano confiante que sabe quem você é. Adam fala que se você está se sentindo pressionado para fazer algo que você não se sente bem fazendo, então não faça. E pode parecer complicado, mas às vezes não é. Kelly acrescenta que devemos fazer isso, principalmente no momento atual, que devemos nos concentrar em fazer coisas que nos trazem alegria.

Autoria do Post: Josy Loos
Tradução: Gisele Duarte
Fonte: Adam Lambert Daily/YouTube

Compartilhar
Share

Nenhum Comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *