Archive for the ‘Áudio’ Category


Mike Hosking da Rádio Newstalk ZB conversa com Roger Taylor sobre os Shows na Nova Zelândia

By in agosto 2, 2014 • Filed in: Áudio, Entrevista, Queen + Adam Lambert, Rádio

Mike Hosking da Rádio Newstalk ZB da Nova Zelândia, recentemente entrevistou Roger Taylor – baterista da banda Queen – a respeito da turnê Queen + Adam Lambert. Clique na imagem abaixo para ouvir a entrevista completa e em seguida confira a tradução da parte em que Roger fala especificamente sobre Adam Lambert e a turnê.

Mike: Roger Taylor está conosco nesta manhã de Boston, bom dia!
Roger: Bom dia Mike, como você está?
Mike: Eu estou muito bem, então me fala… tudo começou com o American Idol, em 2009, é isso mesmo?
Roger: Eu acho que tudo começou com Adam Lambert e nós, me enviaram um email falando sobre esse homem que tinha uma voz extraordinária então eu fui vê-lo, depois, coincidentemente, fomos convidados para fazer a final do Idol, então tocamos com ele e o outro finalista e ficamos completamente surpreendidos, e aqui estamos, terminando a turnê nos EUA, o que tem sido sensacional.
Mike: E como está indo, todo mundo está gostando? Porque deve ter sido um pouco arriscado.
Roger: Eu não sei, nós fizemos seis shows com Adam há cerca de 18 meses atrás, na Europa, que foi fantástico, e depois fizemos o iHeart Festival em Las Vegas, e eu acho que a América parecia realmente querer que isso acontecesse, então lançamos a turnê e praticamente os ingressos se esgotaram de imediato, nós ficamos muito felizes e a recepção tem sido surpreendente. Todas as noites, tem sido sensacional.
Mike: Além da voz, e quero dizer que ele tem uma grande voz, mas o que mais Adam traz para vocês?
Roger: Ele traz teatralidade e uma presença carismática incrível no palco. Em muitos aspectos, ele me lembra Freddie, porque ele é muito engraçado, mas de outras maneiras, obviamente ele é diferente de Freddie. O alcance vocal dele é incomparável, mas ele tem essa maravilhosa teatralidade que, obviamente, se encaixa muito bem com a gente, mas a coisa mais importante é que ele é Adam Lambert e ele não está tentando ser Freddie Mercury, nós não queremos alguém que vá tentar imitá-lo, queremos alguém que tenha sua própria personalidade e que possa cantar as nossas músicas de forma brilhante.
Mike: Você já pensou, antes que ele aparecesse, em termos de que, se você está tentando substituir Freddie Mercury, mesmo se você não está procurando alguém para substituí-lo, mas acrescentar algo ao que vocês já têm, isso é um trabalho árduo, não é?
Roger: Para ser honesto, Brian e eu, nós realmente levamos as coisas na vida tal como vêm, não foi planejado, simplesmente aconteceu, foi natural e graças a Deus está funcionando de forma brilhante, nós estamos muito felizes de estar indo para a Nova Zelândia.
Mike: Mas ele era um grande fã do Queen, não era?
Roger: Eu acho que ele era sim, ele descobriu Queen bastante tarde, provavelmente por meio do filme “Quanto Mais Idiota Melhor” que foi um enorme sucesso na década de 90, Adam descobriu bastante tarde, mas eu acho que ele era um grande fã.
Mike: O que você acha do American Idol, pense em quando vocês estavam começando, se vocês tivessem ido a um programa de TV e se apresentassem “Oi somos o Queen”… quão longe você acha que vocês teriam ido?
Roger: Eu não acho que teríamos conseguido ir muito longe, mas eu preferiria qualquer outra coisa
do que ir em um show como esse para ser colocado nessa situação. Eu prefiro procurar nosso próprio caminho… ir a bares, faculdades e outros lugares mas eu acho que realmente esse tipo de show é apenas um programa de TV, eu não acho que isso tem muito a ver com a música em si.
Mike: Embora, Adam teria sido descoberto de outra forma ou meio, porque em qualquer programa de talento da tv, ele seria uns dos melhores, certo?
Roger: Na verdade, sim, a voz dele ninguém pode negar, ele tem a voz mais incrível, agora, se ele teria sido famoso de outra maneira, eu não poderia dizer, mas estou feliz que ele funcionou conosco.
Mike: Exatamente, você acha que é mais fácil nos dias de hoje, fazer estes programas, diferente do que vocês fizeram, como ir a clubes e ser descoberto, para ter um empresário da música e obter uma gravadora?
Roger: Eu acho que sim, mas eu ainda acho que o coração da música mais do que nunca hoje em dia é a música ao vivo.
Mike: E sobre a turnê, vocês estão gostando?
Roger: Estamos realmente gostando, todas as noites são incríveis, shows lotados e isso é ótimo, nós amamos fazer o que a gente fez durante toda a nossa vida e estamos gostando muito de fazê-lo novamente agora.

Fonte: Rádio Newstalk ZB

Tradução: Sandra Saez

Share/Bookmark


Rádio More FM da Nova Zelândia Entrevista Adam Lambert – 16/07

By in julho 18, 2014 • Filed in: Áudio, Entrevista, Rádio

Si & Gary da Rádio More FM da Nova Zelândia conversaram com Adam Lambert via telefone nesta semana (16) a respeito da sua turnê com e Queen na Nova Zelândia. Confira como foi a entrevista:

Si: Aqui é a More FM. Bem, é um grande prazer de ter conosco no programa Adam Lambert. Ele ganhou a 8ª temporada, e provavelmente com a moda mais dramática do American Idol, Adam Lambert bom dia para você.
Adam: Bom dia, obrigado por chamar minha moda de “dramática”.
Si: E foi e de uma maneira foi ótimo, agora você tem uma voz tão marcante, isso não é novo para você, mas você já vem apresentando-se desde que era um garotinho não é mesmo?
Adam: Eu tenho, sim, eu acho que isso é o que eu estava destinado a fazer e neste momento eu acho que isso é essencial.
Si: E uma outra coisa, a Times disse que você é o primeiro artista pop gay assumido em lançar uma carreira em uma grande gravadora nos Estados Unidos… ser gay teve alguma importância para você, teve uma grande influência na sua carreira?
Adam: Na mídia, especialmente há cinco anos atrás quando tudo começou, eu acho que eles meio que objetivaram-o um pouco, porque eu acho que precisava ser feito, eu acho que ajudou a empurrar as coisas e abrir um pouco as portas. Não é fácil ser um dos poucos na indústria da música e por isso houve desafios com isso, mas sempre houve várias recompensas também em ser um dos poucos no início, é uma honra.
Si: Quando você começou no American Idol, você esteve na 8ª temporada obviamente você já tinha um pouco de expectativas lá, foi melhor do que você pensou que seria, mais difícil do que você pensou que seria ou como esperava que seria?
Adam: Eu acho que foi… eu não esperava estar lá por muito tempo, eu pensei que iria sair imediatamente, eu pensei que Simon Cowell ia colocar minha cabeça em uma bandeja na segunda semana, e não há maneira de que eu iria passar e cada semana que eu ficava, eu pensava “sério?” E então eu comecei a ouvir o que as pessoas estavam falando, havia uma série de murmúrios, eu estava chocado e até a meados do caminho eu pensei comigo mesmo “bem isso está acontecendo, vou aproveitar ao máximo e me divertir com isso.”
Si: Notei que você também foi escolhido para a lista das dez pessoas mais fascinantes de 2009 da Barbara Walters. Você é provavelmente ainda mais fascinante agora.
Adam: Sim, é totalmente um elogio sim e ela é muito interessante para conversar. Fiquei muito honrado em estar no programa dela, quando tudo isso aconteceu há cinco anos atrás, muitas coisas foram realmente emocionantes, eu não podia acreditar e aqui estou hoje em turnê com Queen e minha vida é feliz e eu estou muito grato.
Si: Quem é a pessoa mais interessante que você já conheceu na sua vida?
Adam: Hummm… a pessoa mais interessante que eu conheci… Brian May e Roger Taylor são certamente muito interessantes e nos últimos pares de semanas, eu comecei a trocar histórias com eles e eles estão me contando muitas coisas incríveis, memórias que eles têm do rock and roll que são realmente fabulosas, tem sido bastante maravilhoso.
Si: E deve ser porque Queen é uma das bandas mais conhecidas, mais famosas e mais respeitadas e realmente estar no palco com eles deve ser… você deve se beliscar e pensar que tudo isso é surreal.
Adam: É, é surreal, especialmente com fato de que Freddie, o vocalista, nunca haverá outro Freddie Mercury… ele é uma lenda, eu aprendi muito ouvindo ele e sua voz e sua composição e seu estilo de apresentar-se, ele é único, e ele mudou orock and roll para sempre.
Si: Houve algum momento de hesitação, quando lhe pediram para ser o vocalista do Queen, e você não disse “humm… não obrigado isso
é pedir muito”.
Adam: Não, definitivamente, nas primeiras vezes que saímos juntos e fizemos alguns shows foi definitivamente bem difícil, principalmente porque eu pensei “que os fãs incondicionais do Queen vão pensar, eu quero que eles estejam de acordo com isso” e, claro, você não pode convencer a todos eles, eu tenho certeza que há alguns que não estão de acordo e por uma boa razão.
Si: Bom para você e se vale a pena dizer, eu acho que você é uma excelente escolha também, os bilhetes estarão à venda quinta-feira, 24 de Julho no ticketmaster.com, à venda para ver Adam Lambert e Queen, será um show espetacular na Vector Arena de Auckland em 03 de Setembro aqui na Nova Zelândia. Então Adam muito obrigado por ser tão gentil com o seu tempo, gostamos muito de falar com você.
Adam: O prazer é meu.
Si: Tudo de melhor para a turnê.
Adam: Muito obrigado, mal posso esperar estar lá e ver vocês. Eu amo Nova Zelândia.

Fontes: Adam Lambert Fan Club, Rádio More FM e Adam Lambert TV

Tradução: Sandra Saez



Os pais de Adam Lambert são seus “maiores fãs”

By in julho 5, 2014 • Filed in: Artigos e Entrevistas, Áudio

Desde que Adam Lambert foi vice-campeão na oitava temporada do American Idol, ele vem trabalhando sem parar, fazendo álbuns, turnês e atuando. Atualmente, Adam está em turnê como vocalista da banda Queen, e nós, Glamberts, sabemos que ele tem uma das bases de fãs mais dedicadas do mundo. No entanto, se você questioná-lo quem realmente são seus “fãs mais dedicados”, ele vai te dizer que são seus pais, que o apoiam através de tudo, não importando o quê. Confira esta declaração no áudio abaixo:

Adam: Meus pais são realmente muito legais, eles são super modernos. Minha mãe, obviamente, não tem objeções à maneira de como eu me estilo, mas tem havido momentos tipo “Por que você usa delineador nos olhos, talvez você não deveria usar isso” e eu digo “Mãe, isso sou eu. Eu só estou sendo eu mesmo, estou tentando ser autêntico” e ela fala “Okay, eu acho que você faz o que você quer fazer, por que você fez esses buracos na sua orelha? huh”.

Fontes: Adam Lambert TV e Hollywood Outbreak

Tradução: Sandra Saez



Novo Álbum de Adam Lambert deve ser “o mais forte da sua carreira”

By in junho 27, 2014 • Filed in: Áudio, Rádio

Sabemos que Adam Lambert atualmente está a todo vapor em sua turnê com o Queen, mas ele continua bastante focado no trabalho de seu terceiro álbum de estúdio, que tudo leva a crer que venha a ser “o mais forte de sua carreira”. Confira abaixo o áudio do que Ryan Seacrest falou sobre o assunto em seu programa On Air With Ryan Seacrest, e a respectiva tradução abaixo:

Ryan: Adam Lambert tem estado muito ocupado trabalhando no seguimento do seu álbum “Trespassing” de 2012, e nós estamos ouvindo que talvez seja o mais forte de sua carreira, ele está focado, ele está inspirado e Adam está muito feliz com sua direção e o melhor de tudo, se espera que saia até o início do próximo ano, por agora você pode ver Adam em turnê com Queen, ingressos estão à venda agora.

Lembrando que Adam passou alguns meses gravando em estúdio na Suécia com vários compositores famosos, como Max Martin, entre outros.

Fontes: Ryan Seacrest, Ryan Seacrest/SoundCloud e Mjsbigblog

Tradução: Sandra Saez



Steve da Rádio 99.9 BOB FM entrevista Queen & Adam Lambert, Winnipeg (Canadá) – 21/06

By in junho 24, 2014 • Filed in: Áudio, Entrevista, Rádio

Steve Adams da Rádio 99.9 BOB FM de Winnipeg (Canadá), entrevistou Adam Lambert via telefone no último sábado (21). Confira:

Steve: Queen com Adam Lambert no MTS Centre, esta noite, juntando-se a nós por telefone agora, é o próprio Adam Lambert? Como você está?
Adam: Eu estou bem, como você está?
Steve: Eu estou bem. Agora, você já está estabelecido como um artista solo por vários anos, mas você é novo com tudo isso de Queen, como se sente de estar realizando essas músicas tão icônicas, a maioria das quais saíram antes de você ter nascido?
Adam: Sim, é muito interessante, no começo eu estava um pouco apreensivo de até mesmo em assumir a posição, eu pensei, oh meu Deus os fãs incondicionais do Queen vão estar um pouco defensivos e com razão, Freddie Mercury é inigualável, ele é um dos meus heróis vocais, sua composição, seu canto, e sua presença de palco tudo é muito inspirador. Se sentir bem ir lá e tentar trazer esse espírito de volta novamente. Esse é a minha intenção.
Steve: Quando você estava no American Idol, você fez “Bohemian Rhapsody” certo?
Adam: Sim, essa foi a minha audição.
Steve: Você alguma vez imaginou que fazendo essa canção acabaria te colocando nesse caminho, quero dizer que iria levar você ao palco com esses caras?
Adam: Não, eu não tinha ideia se alguém me tivesse dito, eu teria dito “ah você está louco”.
Steve: Qual você diria que é a sua canção favorita do Queen para cantar?
Adam: Eu não sei, todas são tão diferentes e isso é uma das coisas que fazem suas músicas tão impressionante, é que eles exploraram tantos gêneros diferentes, eu gosto muito do “Another One Bites The Dust” pela sua agressividade e por ser funky, Eu também amo “Who Wants To Live Forever” pelo seu lado emocional, posso lhe dizer um zilhão delas apenas por conter certo ânimo, ou certas manifestações porque eles realmente exploraram tudo.
Steve: Existe alguma canção em particular que talvez lhe deu alguns problemas, que foi mais difícil de fazer ou mais difícil sentimentalmente do que você imaginava?
Adam: Problemas? Bem, certamente, tem certas canções que são mais difíceis de cantar em relação a outras, algumas das grandes baladas, definitivamente, os níveis de habilidade é um pouco maior sobre aquelas, mas eu gosto de um desafio, eu acho que é parte do que faz dar essas músicas seu peso emocional, o fato de que elas não serem fáceis, sabe.
Steve: Então, o que as pessoas podem esperar hoje à noite, eu não quero dar qualquer uma das suas surpresas, mas o que você quer que as pessoas saibam ao irem no show de hoje à noite?
Adam: Nós estamos nos divertindo muito, que é a melhor parte de tudo isso, eu espero que a energia que temos no palco seja contagiante para o público. E eu acho que é, tivemos a nossa primeira noite em Chicago o outro dia e foi tão incrível, o público estava de pé o tempo todo, cantando juntos, sabe estamos fazendo vários dos grandes sucessos emblemáticos no qual a banda foi estabelecida e também estamos fazendo algumas outras que são mais obscuras, é uma mistura agradável para os fãs incondicionais e talvez para os fãs mais casuais.
Steve: E os comentários que tenho visto são fantásticos, muito lisonjeiro e parece que é muito teatral, há vários espetáculos visuais lá também.
Adam: Sim, para mim, foi importante trazer um pouco disso para o palco, que foi bem Freddie, ele adorava essas coisas, se você olha para trás para as imagens antigas, Freddie andava sempre embelezado e com uns figurinos bem ‘glamtastic’, com unha pintada e maquiagem, isso era parte do espírito da banda, especialmente no início e, depois quando o ‘look’ se transformou, Freddie ficou muito mais macho, mas ainda era uma espécie de um espetáculo exagerado, então eu peguei grande parte do material visual, uma grande parte do vestuário e da iconografia e tentei atualizar para que funcione para mim, mas foi inspirado na aparência original da banda.
Steve: E eu acho que é importante ressaltar, que você não está tentando replicar ele ou passar por ele, isto é Queen com você.
Adam: Sim, eu pensei muito nisso e, eu não quero fazer isso porque eu senti que seria como uma falta de respeito e brega, você sabe. Eu pensei muito em como poderia equilibrar a forma de como as músicas foram originalmente gravadas e destinado a ser cantado oposto a mim, a pessoa como um artista e eu acho que eu encontrei o equilíbrio, eu estou tentando e eu acho que é importante tentar equilibrar entre os dois, se você vai muito longe para qualquer lado, começa a sentir-se errado, você sabe o que quero dizer?
Steve: Sim, finalmente o eu queria perguntar a você, os seus fãs têm algum nome engenhoso como por exemplo Lady Gaga tem seus monstrinhos, Bieber tem Beliebers, como os fãs de Adam Lambert se chamam?
Adam: Por onde você tem estado, você não sabia?
Steve: Como eles se chamam?
Adam: Eles são os Glamberts.
Steve: Glamberts… ok…
Adam: Sim.
Steve: Isso não é ruim.
Adam: Desde o principio.
Steve: Porque eu ia sugerir tanto Adam Manics ou Lamberterians.
Adam: Bem, são bem engenhosos, bem engenhosos, mas eu não acho que você vai ser capaz de convencer a eles qualquer outra coisa que não seja Glamberts, temos sido uma Glamily e temos trabalhado cinco anos para isso.
Steve: Isso é incrível, Adam Lambert muito obrigado por ter tido tempo de conversar com a gente hoje, tenha um ótimo show, eu sei que vai ser um arraso.
Adam: Obrigado, vamos nos divertir muito.

Fontes: @TALCvids e 99.9 BOB FM/SoundCloud

Tradução: Sandra Saez



Ouça aqui a música da fase pré-Idol de Adam Lambert, “Gigolo”

By in junho 14, 2014 • Filed in: Áudio, Curiosidades

Confira no áudio abaixo uma música da fase pré-Idol de Adam Lambert, chamada “Gigolo”, que faz parte do álbum não-gravado “Digital Glitter”:

Caso queira efetuar o download da música clique aqui. E aqui confira mais músicas deste álbum.

Fontes: @ScorpioBert e luvrlygrl/LiveJournal

Criação da Arte (Miniatura): luvrlygrl/LiveJournal



Kevin Hughes da Rádio Heart FM entrevista Adam Lambert no Glamour Women of the Year Awards em Londres – 03/06

By in junho 5, 2014 • Filed in: Áudio, Entrevista, Rádio

Kevin Hughes, repórter da Rádio Heart FM do Reino Unido, entrevistou Adam Lambert no red carpet do Glamour Women of the Year Awards em Londres, na última terça-feira (03). Confira a entrevista:

Adam Lambert: Adam Lambert aqui, no Glamour Awards, eu estou tão animado, você nunca sabe quem você pode conhecer nestes lugares, talvez um novo amigo, eu não sei.
Kevin Hughes: Pra você quem é a mulher glamour do ano?
Adam: Quem são as minhas escolhas?
Kevin: Qualquer uma…
Adam: Qualquer uma? Rihanna sempre faz boas escolhas, não é? Beyonce também, mas o glamour é de dentro para fora.
Kevin: Ano emocionante adiante… quais são as boas novas da sua música nova?
Adam: Estou trabalhando em um álbum, muito animado com isso, eu acho que as pessoas vão se surpreender com isso, vai ser bom.
Kevin: Mudança de direção?
Adam: Um pouco aqui e ali sim, talvez.
Kevin: De que maneira?
Adam: Mas ainda serei eu!
Kevin: Você está fazendo a nova turnê com o Queen?
Adam: Sim, eu estou em ensaio aqui em Londres agora, é por isso que eu estou aqui e começamos no dia 18 de Junho em Chicago. Vamos fazer quatro semanas nos EUA e um pouco na Ásia e um pouco na Austrália.
Kevin: É tão difícil ser Freddie?
Adam: Bem, eu sou Adam assim que eu estou cantando as músicas que ele escreveu tão bonito, junto com o resto da banda. Ele é, sem dúvida, um ícone, ele é um em um milhão e nunca vai existir outro Freddie Mercury. Ele é inspirador, ele me fez me apaixonar pelo rock n roll. Vou tentar fazer da forma que está programado para cantar, do contrário seria imitar, porque eu sinto que seria um pouco brega.
Kevin: Eles te adotaram de certa forma, não?
Adam: Eles são tão legais, eles são tão paternais, e cordiais, quando tudo se conecta e a canção se solidifica, há muita alegria, e você pode sentir isso e todo mundo sorri para si e há essa energia que começa irradiar em torno e isso é ótimo, é incrível.
Kevin: Há rumores de que poderia ter um holograma de Freddie Mercury igual de como fizeram com Michael Jackson.
Adam: Eu acho que isso foi falado e a banda descartou essa ideia, acharam que era uma ideia ridícula, então eu não acho que isso irá acontecer.
Kevin: Adam, você já tem um single pronto para lançar?
Adam: Eu vou deixar você saber quando o material estiver pronto! Você vai saber…

Fontes: @TALCvids e Popprince/SoundCloud

Tradução: Sandra Saez



Rádio Nova FM da Austrália entrevista Adam Lambert – 29/05

By in maio 30, 2014 • Filed in: Áudio, Entrevista, Rádio

O locutor Smallzy da Rádio Nova FM da Austrália entrevistou Adam Lambert nesta quinta-feira (29). Confira aqui ou aqui o áudio desta entrevista, e abaixo a tradução:

Smallzy: Já faz algum tempo que o tivemos no programa. Adam Lambert ao telefone em Nova Iorque. É verdade que você está numa pausa nas gravações, não é?
Adam: Na verdade, acabei de chegar em casa vindo do estúdio.
Smallzy: Eu ouvi que os New Kids chamavam a isso o laboratório. Você também chama?
Adam: Oh, não. Nós chamamos a isto o estúdio. É o único. O estúdio.
Smallzy: Pois, você está no estúdio. Há muita coisa que gostaria de falar com você. Em primeiro lugar, está de volta à Austrália, isso é entusiasmante.
Adam: Pois é. Quando eles me disseram que isso ia acontecer fiquei contente. Adoro disso aí embaixo.
Smallzy: O que as pessoas não sabem… Já tinham pensado sobre uma turnê do Queen? Já tinha andado em turnê temporariamente. Estão tentando perceber como é que se há de descrever a turnê Adam Lambert + Queen.
Adam: É uma colaboração de uma vida.
Smallzy: A nova música que você fez com o Avicii. Como é que a fizeram? Nunca pensei que se divertissem no mesmo clube.
Adam: Na verdade foi através do Nile Rodgers.
Smallzy: Tudo aquilo em que o Avicii toca neste momento torna-se, literalmente, em ouro. Acho que vai acontecer o mesmo a essa música em todo o mundo.
Adam: Isso seria fantástico.
Smallzy: É um bom tipo. Obrigado por ter estado no programa. Fico agradecido.
Adam: Muito obrigado. Foi legal falar com você.
Smallzy: Vou continuar a falar contigo, te mando um tweet ou algo do gênero. E para que conste. Ele não ma seguia no Twitter e de repente começou a me seguir. Eu fiquei muito impressionado, pois falo de muita porcaria lá e você continua me seguindo.
Adam: Gosto de saber o que se passa.
Smallzy: Você precisa de saber o que se passa. Foi um prazer falar com você, sir. O novo single do Adam com o Avicii, “Lay Me Down” é magnífico. É sempre um prazer ter você no programa.
Adam: E todos têm de me ir ver nos shows com o Queen.
Smallzy: Sim, nós vamos.

Fontes: @hooplamagnet, Rádio Nova FM e Scorpios4Music /SoundCloud

Tradução: Kady Freilitz