Archive for the ‘Áudio’ Category


Adam Lambert libera mais duas faixas inéditas: “Evil In The Night” e “Another Lonely Night”

By in maio 22, 2015 • Filed in: Álbum, Áudio, Notícias

Na noite desta quinta-feira (21), Adam Lambert surpreendeu novamente aos seus fãs ao disponibilizar em seu canal oficial do YouTube, mais duas faixas do seu álbum “The Original High”: “Evil In The Night” e “Another Lonely Night”, as quais em breve já deverão estar disponíveis no iTunes Brasil! Ouça abaixo as faixas:

Confira também as outras faixas liberadas anteriormente: “Ghost Town” e “Underground”. Como as faixas estão sendo liberadas aos poucos, talvez o interessante seria você já fazer a sua pré-ordem do álbum “The Original High” completo, no iTunes, pois assim, a cada faixa liberada você receberá a mesma instantaneamente! O álbum terá 11 canções na versão standard e três adicionais na deluxe, com data de lançamento marcada para o dia 16 de Junho. O cd físico você pode encomendar no Adam Official ou no Amazon.

Em breve publicaremos as letras e as traduções das músicas!

Autoria do Post: Josy Loos
Fonte: Adam Lambert/YouTube

Share/Bookmark


Rádio SoJO 104.9 de Atlantic City entrevista Adam Lambert – 18/05

By in maio 22, 2015 • Filed in: Áudio, Entrevista, Rádio

Tom Morgan da Rádio SoJO 104.9 de Atlantic City (NJ/EUA) entrevistou Adam Lambert para o seu programa “SoJO Morning Show” na última segunda-feira (18). Confira:

Tom: Hey Adam! Como vai cara?

Adam: Bem e você?

Tom: Oh, bem! O que se passa?

Adam: Sabe, eu acordei a pouco, estou tomando meu café.

Tom: Ah se todos tivessem a vida de Adam Lambert ultimamente, acordando tomando um café, lançando um novo álbum. Então esse álbum se chama “The Original High” com lançamento para 16 de Junho certo?

Adam: Sim!

Tom: Estou muito empolgado! Vamos falar sobre o título, “The Original High”. Quem o sugeriu?

Adam: Bem, a faixa-título, na verdade é a segunda faixa do álbum. Sinto que a canção resume muitas ideias que estão no álbum. O álbum também é sobre algumas coisas “agridoces”, um pouco mais sombrio do que os outros (álbuns) do passado, é muito moderno. O que a canção “The Original High” transmite é algo do tipo: eu quero sentir aquele toque da primeira noite, fala sobre nostalgia, olhar para trás, recriando o passado e como isso pode ser uma coisa sexy, mas ao mesmo tempo você se vê em um círculo vicioso, repetindo a si mesmo várias vezes, seus hábitos, seus vícios, certas pessoas em sua vida ou certos modos de pensar, fala sobre uma luta interna. É bem profundo para um café da manhã.

Tom: Eu vou gostar! Uma conversa matinal com Adam Lambert aqui no “SoJO Morning Show”. A música “Ghost Town”, a propósito, eu amei, é incrível. Eu comprei na lista POP do iTunes, aliás, parabéns! Diga o que a canção significa para você.

Adam: Obrigado! Ah, ”Ghost Town” segue a linha da canção que eu estava falando, “The Original High” e das canções do álbum. Tem uma melancolia no começo, descreve um sonho, é tipo uma conversa sensível e visual sobre morrer em um sonho e sentir-se em um lugar que nada parece certo, com suas desilusões, você questiona tudo e no final diz, eu sei que meu coração é uma cidade fantasma. Descreve o sentimento de coração partido. Então uma batida entra na canção e o assovio começa, aí você pensa: “Ok, vou dançar isso.” Penso que essa batida e a dança é um remédio para esse sentimento que se está a sentir. Penso que todo mundo que rompe um relacionamento se sente um pouco depressivo e em algum momento decide que vai sair com os amigos, tomar alguma coisa e dançar. Superar isso.

Tom: Certo! Que bonito! Vamos falar sobre Queen. Como é a transição de fazer sua própria música após estar na estrada como o vocalista do Queen, quão incrível é isso?

Adam: Estar na estrada com Queen foi louco, foi uma grande honra estar à frente de uma banda que é literalmente icônica, eu sinto que as canções deles fazem parte da vida das pessoas de um jeito tão profundo. Estar no palco todas as noites recebendo a mesma e incrível coisa, vendo cada face na audiência se iluminando é incrível, foi inacreditável, uma grande honra. Isso não está necessariamente finalizado, nós estaremos fazendo mais 5 shows na América do Sul em Setembro e estar lá vai ser insano. Eles são ótimos, Brian May e Roger Taylor são verdadeiras lendas se você pensar, continuaram juntos fazendo parte da banda. Eu aprendi muito fazendo parte da banda. Penso que isso me tornou um artista melhor.

Tom: É, penso que isso é a coisa mais importante. Eu penso, que o sentimento de “Oh meu Deus”, vou estar no lugar de Freddie Mercury, isso também passou pela sua cabeça, certo?

Adam: Totalmente, para lidar com isso eu comprei vários sapatos malucos para usar. Eu pensei vou estar no lugar de Freddie Mercury é melhor usar sapatos que brilham [ver nota].

Adam: Mas sabe, no começo eu estava um pouco intimidado. Só vai existir um Freddie Mercury no mundo e ele era como um deus. Digo como vocalista, como compositor, sua presença de palco era loucamente boa. Eu assisto a vídeos de concertos que eles fizeram. Tem sido incrível, abriu meus horizontes. Eu entrei cauteloso, para balancear entre fazer as canções ao meu modo, mas não me afastando do original, pois eu sabia que na audiência havia muitos fãs antigos e eu não queria estragar a memória deles da banda. A ideia foi inspirá-los, lembrá-los de como eles amam a banda em primeiro lugar e dar a eles meu respeito a um incrível compositor e incrível ícone.

Tom: O incrível Adam Lambert aqui conosco no “The Morning Show”, um excelente artista! Vou falar sobre o American Idol agora. Como você se sente depois de saber que o programa vai acabar depois da próxima temporada?

Adam: Sabe, tudo tem seu curso, como outros programas de TV, iniciam e terminam, fizeram um ótimo trabalho, eles realmente mudaram a cara da televisão. Vejo que o programa sempre será um marco, eles geraram outros programa de TV similares. E eles deslancharam minha carreira então eu sou muito grato.

Tom: Certo Adam, nós estamos esperando esperançosamente para vê-lo em Atlantic City em breve! Nós o amamos. Qual foi a melhor coisa de Atlantic City quando você esteve aqui?

Adam: Eu estive aí com o Queen, nós tocamos naquele local antigo, qual é mesmo o nome? É como um grande arco.

Tom: Boardwalk Hall.

Adam: Sim, Boardwalk Hall, aquele foi um dos melhores lugares que tocamos nos Estados Unidos.

Tom: Sério?

Adam: Sim, o som local era incrível, os acústicos. Lembro do dia que passamos o som, ficamos encantados com a estrutura e eu entrei online para pesquisar sobre este lugar.

Tom: Esperamos vê-lo novamente no Boardwalk Hall, meu amigo, sei que você tem que ir, então tudo de bom para você, mal posso esperar para ouvir o álbum inteiro. 16 de Junho “The Original High” chega às lojas. E claro “Ghost Town” estará tocando aqui na Rádio SoJO.

Tom: Adam Lambert muito obrigado por se juntar a nós!

Adam: Tom Morgan no “The Morning”.

Tom: Que bonito!

NOTA: Essa brincadeira dos sapatos foi feita em referência a expressão usada por Tom para perguntar a Adam como é estar no lugar de Freddie (to be in someone’s shoes = estar no lugar de alguém) shoes = sapatos.

Autoria do Post: Josy Loos
Tradução: Gabriela Macieira
Fontes: @AdamLambertESP e Rádio SoJO 104.9



JoJo Wright da Rádio 102.7 KIIS FM faz um “Jogo de Perguntas” com Adam Lambert – 14/05

By in maio 21, 2015 • Filed in: Áudio, Entrevista, Rádio

Já publicamos aqui a entrevista que JoJo Wright da Rádio 102.7 KIIS FM de Los Angeles (CA) fez com Adam Lambert na última semana (14). Agora, confira aqui o “Jogo de Perguntas” feito com Adam e abaixo a tradução:

JoJo: Adam, tenho um jogo de perguntas rápidas para você. Se você não quiser responder, diga apenas “passo”. Vamos lá, uma coisa que você faz todo dia, Sr. Adam Lambert?

Adam: Eu tenho um vício de todo dia, ao acordar, eu me espreguiço, pego meu celular e navego por tudo: mensagens, twitter, facebook, instagram… É um vício!

JoJo: Você tem algumas histórias de encontros com fãs psicopatas… Eu preciso dizer, a maioria dos seus fãs são incríveis, maravilhosos, lindos…

Adam: Eles são! Tudo vem com amor e, quando você se foca nisso, nada parece tão psicopata.

JoJo: Certo, eu entendo. Mas me dê uma boa história de encontro com fã psicopata.

Adam: Ok. Eu estava saindo de um evento em Nova York, eu me apresentei para uma caridade, e na saída tinham alguns fãs lá fora esperando, levaram coisas para eu autografar, bater fotos… Então eu entro no meu carro. O carro estava parado me esperando e eu vou para o banco de passageiro traseiro, entro e vou me afastar pro lado, mas tem alguém dentro do carro, no outro assento, uma mulher. Ela está olhando fixamente para a frente, como se eu não fosse notar ela caso ela não olhasse para mim, de uma forma muito bizarra. Eu olhei e falei “Oi!”, me virei para falar com a pessoa que me guiou até o meu carro e sussurrei “Eu não sei quem é essa pessoa!” Ele só fala “Mas que diabos?”, rodeia o carro, abre a porta do lado dela e pergunta “O que você está fazendo aqui?” E ela só falou “Maaaaah…” e continuou evitando me olhar, agindo como se pensasse “Se eu não fizer contato visual nem disser nada, eu não estou aqui” e foi a coisa mais esquisita do planeta. Ele falou que ela tinha que sair e ela falou só “Ok” e saiu! Então minha história é que eu tive essa mulher entrando sorrateiramente no meu carro e esperando por mim lá.

JoJo: A viu alguma outra vez depois disso ou antes disso?

Adam: Não…

JoJo: Alguma vez você já foi vaiado? E isso não é uma coisa ruim, é quase um rito de passagem, mas você alguma vez foi vaiado?

Adam: Sim! O pior emprego que eu já tive como um performer. Eu estava trabalhando em um show em Lake Tahoe. Esta é realmente uma péssima história. Eu estava em Los Angeles e eu não gostava muito de teatro nem trabalhos cantando antes de eu entrar no American Idol, mas de alguma forma eu tinha que pagar as contas e eu fiquei sem dinheiro depois do último show que eu tinha ido, então fiz algumas ligações e esse produtor falou “Bem, temos esse topless show e nós precisamos de um cantor masculino para cantar essas duas músicas entre os atos” e eu aceitei. Era um maldito show, sabe? Eu tinha visto topless shows em Las Vegas que são muito chiques e bonitos e artísticos e eu pensei “Isso vai ser meio que legal. Eu não sou um puritano e isso soa como um evento interessante”. Eles me fizeram acreditar que isso ia ser esse show super sofisticado e bonito e eu me empolguei. Então eu aceitei o emprego e me mudei para Lake Tahoe durante o verão, que é muito bonita, consegui uma bicicleta e estava super animado para ir ensaiar no primeiro dia. Quando cheguei lá, descobri que o teatro era velho e acabado, provavelmente tinha sido construído nos anos 70, o carpete nunca tinha sido trocado, tinha musgos… Era bem ruim. Esse show tinha as garotas mais legais do mundo, mas há um motivo para eles terem ido para Lake Tahoe fazer o que eles fizeram. Elas não eram garotas de Vegas, não eram da melhor qualidade nem das mais talentosas. Eu aprendi minhas músicas, era essa balada de rock dramática e poderosa, eu estava colocando minha alma nisso e quando começamos a nos apresentar, vi que eles não enchiam nem 30 assentos por noite. Eram só uns 10 assentos com caras bêbados que estavam lá apenas para ver seios. Eles não estavam interessados em ouvir minha balada poderosa! E sabe, eu preciso dizer que os caras que estavam lá não poderiam se importar menos com meus sentimentos, ou com o fato de que eu estava realmente me esforçando. Eles só faziam gritar pra que eu saísse do palco. Eles estavam bêbados, balbuciando coisas e jogando coisas no palco. Foi meu fundo do poço.

[Intervalo]

JoJo: Aqui é o JoJo no estúdio com Adam Lambert. Certifiquem-se de garantir esse álbum, “The Original High”, que será lançado dia 16 de Junho. Sigam no instagram e no twitter, @adamlambert, nós vamos fazer uma sessão de tatuagem ao vivo…

Adam: Ah sim, nós temos que fazer isso. Isso parece meio doido, eu gosto disso.

JoJo: Nós vamos nos reunir uma noite, tomar umas bebidas, suco de maçã… Vamos fazer isso aqui e convidar algumas dessas pessoas de Lake Tahoe.

Adam: Siim!

JoJo: Mais alguma coisa sobre o álbum que as pessoas precisam saber antes que você vá embora?

Adam: Eu estou bem animado e ansioso para que as pessoas o ouçam. “Ghost Town” é apenas uma das cores do álbum, a ponta do iceberg, é um grande introdução para o álbum porque é diferente, é mais sombrio e faz você pensar. O álbum definitivamente continua explorando algumas das ideias que “Ghost Town” explora e aprofunda em algumas. E eu tenho Brian May no álbum! Ele colaborou em uma música com a guitarra. Eu também fiz um dueto com Tove Lo. Quem, aliás, eu amo. Ela é ótima. Essa foi inclusive a primeira música que nós escrevemos, porque eu passei muito tempo em Estocolmo trabalhando no álbum e ela apareceu no dia terceiro dia…

JoJo: Isso foi antes ou depois da cirurgia nas cordas vocais dela?

Adam: Isso foi bem antes. Isso foi antes de “Habits” virar um grande hit, então isso é muito excitante, porque eu ouvi “Habits” quando era meio novo, eu me apaixonei pela música e eu pensei que ela era meio… ela é uma pessoa super legal, ainda tem os pés no chão e é tão normal! Eu pude assistir a ascensão dela e assistir a música dela explodir.

JoJo: Alguma outra colaboração que nós devemos saber?

Adam: Só essas duas. Foram essas duas colaborações. E eu trabalhei com compositores incríveis…

JoJo: Eu ouvi que Max Martin foi o produtor executivo…

Adam: Max Martin e Shellback foram os produtores executivos do álbum todo. Ele atingiu a cota de faixas dele e eu pude trabalhar com outras pessoas também e eu acho que as pessoas realmente vão gostar.

JoJo: Não estou falando aquele besteirol todo de rádio não, eu realmente sou muito fã de Adam Lambert. Muito obrigado por ter vindo hoje!

Adam: Muito obrigado!

Autoria do Post: Josy Loos
Tradução: Mariana Lira Diniz
Fonte: Adam Lambert TV



Remix de “Ghost Town” by Unlike Pluto

By in maio 21, 2015 • Filed in: Áudio, Remix, Single

O produtor Armond Arabshahi aka Unlike Pluto de Atlanta (EUA), também fez sua versão remix para “Ghost Town”. Confira:

Conheça mais do seu trabalhando clicando aqui e aqui.

Autoria do Post: Josy Loos
Fontes: @PattiHum, Entertainment Focus e Unlike Pluto/SoundCloud



Kyle & Jackie O da Rádio KIIS 106.5 entrevistam Adam Lambert – 12/05

By in maio 21, 2015 • Filed in: Áudio, Entrevista, Fotos, Rádio

Kyle e Jackie O da Rádio KIIS 106.5 fizeram uma entrevista via Skype. Kyle se reuniu com Adam nos estúdios de LA enquanto Jackie O estava no Skype da Austrália. Confira no áudio abaixo:

Kyle começa parabenizando Adam pela sua nova aparência. Jackie O pergunta sobre o novo som do álbum, e Adam diz que os produtores o incentivaram para experimentar e explorar novas texturas com sua voz. Ela também pergunta porque ele sentiu a necessidade de twittar
“Em relação a minha banda, eu mudei os músicos da banda, mudar é bom, nos mantêm em crescimento, não fiquem presos no passado”. E ele responde dizendo que era uma sessão de perguntas e respostas no twitter, tinha pessoas perguntando sobre os novos músicos, e só estava respondendo uma pergunta. “Como uma artista e uma pessoa criativa, é importante mudar, provar novas coisas e trabalhar com pessoas novas.”

Ela continua perguntando o que acha do cancelamento do programa American Idol, e ele diz que foi um programa sensacional, que deve muito sua carreira a esse programa e está muito agradecido.

Comentando um pouco sobre a casa que comprou, e teve o prazer de decorá-la sozinho, Jackie pergunta qual é o estilo de decoração que ele gosta, o que responde dizendo que gosta de cores monocromático, cores neutras. Também pergunta se pretende fazer algum outro trabalho na TV ou filme, e diz que adoraria, mas não neste momento porque está promovendo seu álbum novo.

Autoria do Post: Josy Loos
Tradução: Sandra Saez
Fontes: Adam Lambert TV, Adam Lambert Media e @kyleandjackieo



Remix de “Pop That Lock” com uma Orquestra by DJ Johnny Labs

By in maio 14, 2015 • Filed in: Áudio, Remix, Vídeos

Conforme publicamos aqui na metade de Março, o DJ e produtor musical português Johnny Labs havia publicado uma pequena amostra do remix de uma música de Adam Lambert com uma orquestra. E hoje (13), ele divulgou o remix pronto, e trata-se de “Pop That Lock”. Confira abaixo como ficou:

Confira aqui os demais remixes feitos por ele já publicados em nosso site.

Autoria do Post: Elisa Ferrari
Fonte: @JohnnyLabs



DJ Polly Gillespie da Rádio The Hits de Auckland (NZ) entrevista Adam Lambert – 08/05

By in maio 13, 2015 • Filed in: Áudio, Entrevista, Rádio

A DJ Polly Gillespie da Rádio The Hits de Auckland (Nova Zelândia), entrevistou Adam Lambert na última semana, em 08 de Maio. Confira a entrevista aqui e abaixo a tradução:

Polly: Olá Adam, como está?

Adam: Estou bem e você?

Polly: Bem muito obrigada, é maravilhoso ter você de volta com um novo álbum, temos ouvido de você nos últimos dois meses, obviamente com Queen que foi incrível, mas você também esteve secretamente trabalhando no seu próprio material.

Adam: Sim, eu estava trabalhando o tempo todo, eu comecei a trabalhar no álbum por dois meses em Estocolmo antes da turnê começar, e durante os intervalos que eu tive, eu estava em Los Angeles trabalhando.

Polly: E como é, seus álbuns têm sido tão diferentes, e bastante amplo então com vai ser este último?

Adam: Eu acho que tem um som mais contemporâneo, há um conceito mais escuro, e em questão de produção também está se aventurando em novo território, como esta primeira canção “Ghost Town”, fizemos como uma house profunda, estilo anos 90, é realmente interessante e acho que as pessoas vão gostar.

Polly: Você é uma das pessoas mais amáveis que eu já conheci na posição em que está, você é uma pessoa boa e bonita, e eu me lembro de você me dizendo sobre quando era mais jovem, olhe como você está agora, você está absolutamente lindo e com um estilo incrível, e gosta muito de ir às compras, mas você acha que a bondade vem de quando você não era uma pessoa glamourosa como você é hoje?

Adam: Talvez sim, talvez teve algo a ver, eu também estou no meu melhor comportamento quando estou fazendo uma entrevista, é claro que estou sendo eu mesmo, mas estou tentando me representar da melhor maneira possível, mas com certeza eu já tive meus momentos que não são tão meigos, tenho certeza que tive momentos que foram um pouco egoísta ou insensível, eu sou humano.

Polly: Eu já te entrevistei 4 vezes agora e eu nunca vi um lado de você que eu não goste, eu acho que você é uma exceção, e é uma boa pessoa.

Adam: Um amigo meu me disse uma vez, “você é interessante de observar, porque você é como um espelho” e eu falei “Como assim um espelho?” e ele respondeu, “Você é realmente bom em refletir a energia que vai até você.” E eu achei isso interessante, eu nunca tinha pensado sobre isso antes, e fiquei lisonjeado. Talvez seja por isso que eu sou tão meigo porque você é legal.

Polly: Cada vez que eu te vejo, você está vestindo algo fabuloso, você ainda gosta de fazer compras?

Adam: Sim, eu tenho um vício de comprar que está saindo fora de controle, alguém me ajude.

Polly: Tem pessoas que me pergunta “você está fazendo um dia de compras?” E eu respondo “É sempre um dia de compras, é meu superpoder.

Adam: Não é um dia, é um mês de compras.

Polly: Quando as pessoas me perguntam como é conhecê-lo ou como você é, eu sempre digo “É lindo” e você é, com uma das melhores vozes da música e estamos muito felizes que você tenha este novo álbum, quando você vai voltar para a Nova Zelândia?

Adam: Eu não sei, não está na agenda neste momento, mas isso não significa que não vai acontecer, estamos apenas esperando ver como tudo funciona, mas eu definitivamente sei que a Nova Zelândia e Austrália é uma área grande para mim, tenho muitos fãs incríveis por aí.

Polly: Por favor Adam, você pode passar longe da Austrália e vir direto para a Nova Zelândia. Maravilhoso ter conversado com você novamente. Quando voltar para cá não vejo a hora de poder ir vê-lo.

Adam: Obrigado, muito obrigado, não vejo a hora de vocês ouvirem o álbum, eu acho que vocês realmente vão adorar.

Polly: Obrigada Adam, cuide-se, bye.

Autoria do Post: Josy Loos
Tradução: Sandra Saez
Fontes: Adam Lambert TV