Review by The Northern Echo do Show Queen + Adam Lambert em Newcastle (Inglaterra) – 01/12

O legado do rock do Queen vive na Arena de Newcastle

A realeza do ROCK, Queen e Adam Lambert agraciaram o Nordeste com sua presença na noite de sexta-feira, quando trouxeram sua turnê para a Arena Metro Radio em Newcastle.

Sem dúvida nenhuma, o Queen ainda são os campeões do mundo.

Abrindo com um trecho de “We Will Rock You”, os aplausos ondularam em torno da arena quando os ícones Brian May e Roger Taylor surgiram por trás da enorme tela com o extravagante Lambert, enquanto ele assumia os vocais em “Hammer To Fall” e “Stone Cold Crazy”.

Lambert, o vice-campeão do American Idol, foi rápido em agradecer às lendas do rock and roll May e Taylor, por deixá-lo se apresentar com eles e ele também brincou dizendo que ele não era “Freddie”.

Em homenagem ao “único Deus do rock”, Freddie Mercury, Lambert pediu a todos que lhe prometessem uma coisa – antes de se jogar em uma performance épica de “Don’t Stop Me Now” – que o ajudassem a celebrar Freddie e Queen juntos.

Por vezes, parecia que Lambert estava quase canalizando Freddie e, no próximo suspiro, o show assumia um tom mais musical, graças a seus vocais hipnotizantes.

Lambert deu o máximo de si em cada performance. De cima do topo do mascote do Queen, o robô Frank, até pedalar no palco em um triciclo rosa enfeitado com flores para “Bicycle Race”. Ele não se atrapalhou enquanto desfilava na passarela cantando “Killer Queen” usando plataformas de salto alto e um terno roxo, que ele apelidou de “o terno mais gay já visto”.

May relembrou sobre o tempo em que o Queen havia tocado na Prefeitura de Newcastle e pediu aos fãs que “fizessem isso por Freddie” antes de executar uma versão acústica de “Love Of My Life”.

De forma comovedora, um clipe icônico de Freddie cantando a canção surgiu na tela. Foi emocionante ouvir May e Mercury novamente, quase em um dueto, mais uma vez juntos.

Aplausos ecoaram por toda a arena e muitos derrubaram algumas lágrimas.

O solo de guitarra de May e a batalha de bateria entre Taylor e o baterista de Nashville Tyler Warren foram incríveis.

Também foi bacana ver Roger surgir do seu kit de bateria para assumir o vocal de “A Kind Of Magic”.

Os vocais poderosos de Lambert agitaram a arena quando ele cantou “Who Wants To Live Forever” e “Bohemian Rhapsody”, que terminou apropriadamente com o vídeo musical original exibido na tela.

Encerrando em um autêntico estilo de rock and roll, Lambert vestiu a capa dourada e a coroa para o bis enquanto ele interpretava “We Will Rock You” e “We Are The Champions”.

Uma coisa é certa: o legado da música do Queen e Freddie Mercury com certeza viverá para sempre.

Autoria do Post: Josy Loos
Fonte: The Northern Echo

Compartilhar
FacebookTwitterEmailTumblr

Nenhum Comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *